Barack Obama em 2008: Não farei de Osama Bin Laden um mártir

Os democratas têm um novo ataque a Mitt Romney: Obama matou Osama Bin Laden, e não sabemos o que Mitt Romney teria feito, como disse Joe Biden na quinta-feira.

A campanha de Obama está se baseando em particular em um comentário de 2007 que Romney fez à AP, dizendo que não vale a pena mover céus e terra, gastando bilhões de dólares apenas tentando pegar uma pessoa.

Mas, em 2008, Obama também pensou que matar o cérebro do 11 de setembro não era uma necessidade, dizendo que os Estados Unidos teriam que tomar cuidado para que Bin Laden não se tornasse um 'mártir'.



O importante seria que o fizéssemos de uma forma que permitisse ao mundo inteiro compreender os atos assassinos que ele está cometendo e não torná-lo um mártir, e garantir que o governo dos Estados Unidos cumpra as convenções básicas isso fortaleceria nossa mão na batalha mais ampla contra o terrorismo, 'Obama disse ao revelarsua nova equipe de segurança nacional em junho de 2008.

Obama concluiu mais tarde que matar Bin Laden e jogar seu corpo no mar eram as melhores maneiras de privar seus seguidores de um ponto focal. Mas os comentários refletem uma possível falha no ataque à declaração de Mitt Romney sobre Bin Laden. Embora haja um certo grau de incerteza sobre o que Romney teria feito, o mesmo poderia ser dito sobre o candidato Obama em 2008.

Atualizar.Um porta-voz de Obama envia esta citação de umDebate das eleições gerais de 2008com John McCain, no qual Obama disse que matar Bin Laden seria uma prioridade e que ele agiria unilateralmente se o governo do Paquistão não cooperasse.

Se tivermos Osama bin Laden em mente e o governo do Paquistão não puder ou não quiser tirá-los, acho que temos que agir e vamos tirá-los. Vamos matar Bin Laden; vamos esmagar a Al Qaeda. Essa deve ser nossa maior prioridade de segurança nacional ', disse Obama.